A A A

folhetos

  • Nova Polônia

    2011-10-30 21:29

     

    Zdzisław Krasnodębski
    Gazeta Polska Codziennie
    17/10/2011
     [Traduzido por – Agnieszka Olczak]

     

    Professor (Prof. dr hab.) Zdzisław Krasnodębski – sociólogo e filósofo polonês, que atualmente trabalha na Universidade de Bremen, observa, avalia e comenta os acontecimentos na sociedade polonesa. Ele publica seus artigos nos jornais poloneses e fora da Polônia, onde fala sobre as questões referentes à sua terra natal, expressando-se com firmeza, atenção e, muitas vezes, com preocupação. Este artigo, que parece referir-se ao título do seu último livro “Maior milagre não haverá”, confirma a preocupação do professor Krasnodębski. Foi neste livro que ele chamava os poloneses em 2011, lembrando a missão do Papa João Paulo II “O Espírito fez o que tinha de fazer, agora é a nossa vez”. Apresentamos a opinião do professor após as eleições. [Introdução Portal LELI 17/10/2011]  MAIS>>

  • Polônia após as eleições de 2011 – “ser polonês significa não ser normal”

    2011-10-24 15:38

    Grażyna Banaszek
    WSWO 12/10/2011

    [Traduzido por – Agnieszka Olczak]

     

    As eleições não mudaram nada na Polônia. O grupo que favorece os vizinhos em vez da sua nação vai continuar no poder por mais quatro anos. Um grupo com o primeiro ministro que abertamente declarava que „ser polonês significa não ser normal”. Venceu o grupo do qual fazem parte as “autoridades polonesas” como Władysław Bartoszewski que comparou a Polônia a uma moça feia que quer casar.  MAIS >>

  • “Exoesqueleto da Europa”

    2011-05-28 22:34

     

    Rafał Ziemkiewicz
    GAZETA POLSKA No 11; 16/03/2011
     [Traduzido por – Agnieszka Olczak]

     

    É difícil não apreciar os alemães. Toda a União Européia surgiu basicamente com o objetivo de os neutralizar, amarrar e para sempre privar da possibilidade de realizar ambições imperiais com tanto prejuízo para o continente e o mundo. E ao mesmo tempo forçá-los a recompensar as antigas culpas pelo pagamento de subsídios para a  agricultura francesa e pela abertura do mercado para os produtos da indústria britânica.  mais>>

  • „Aliado”

    2011-05-27 12:25

     

    Tomasz Sakiewicz

    Gazeta Polska No 21; 25/05/2011

     [Traduzido por – Agnieszka Olczak]


    A visita do presidente dos Estados Unidos é uma boa ocasião para resumir o estado das nossas relações com EUA. Sempre fui e continuo sendo um dos maiores críticos da atual administração, culpando-a de submissão perante a Rússia à custa do interesse polonês. Isto não muda o fato de os Estados Unidos serem o nosso aliado mais importante. Foi a fraqueza da política dos EUA nos últimos anos que mostrou a grande necessidade de uma América forte. União Européia, além de estar submersa na crise, ao mesmo tempo, devido aos interesses particulares de alguns membros, nos empurra com prazer nos braços de Moscou. Na Comunidade, ao contrário das afirmações de seus mais importantes representantes, totalmente falta pensamento global. EUA continuam ainda vendo a Polônia como um parceiro político, mas certamente durante a presidência de Barack Obama ficamos marginalizados.   mais>>

Páginas: