A A A

Conselho deliberativo

  • Fot. Leszek Sosnowski

    Prof. dr hab. Andrzej Nowak

    nasceu em 12 de novembro de 1960 em Cracóvia – historiador e publicista polonês; professor em Instituto de História da Academia Polonesa de Ciências (PAN); professor em Instituto de História da Universidade Jaguelloniana; redator geral da revista bimestral "Arcana”. Atualmente, faz parte da Comissão Histórica Polônia-Rússia PAN-RAN; do colégio de redação de: “Kwartalnik Historyczny”, “Dzieje Najnowsze”, ”Studia z Dziejów Rosji i Europy Środkowo-Wschodniej” e “Rocznik Instytutu Europy Środkowo-Wschodniej”; é também membro da Comissão da Europa Central e da Europa Oriental da PAU (Academia Polonesa de Artes e Ciências). Nos anos 2006-2010 foi o membro do Conselho de Arquivos em Diretoria Geral de Arquivos Nacionais; membro do Conselho de Museu de História da Polônia e também o vice-presidente do Conselho de Historiadores do Banco Nacional da Polônia (2007-2010).
    Pararelmente o professor Nowak atua como publicista. Primeiro nos anos 1980. dentro da chamada “circulação independente”, sua atução foi dedicada principalmente às relações da Polônia com os seus vizinhos ao leste (cooperou, entre outros, com “Arka”’, "Miesięcznik Małopolska”, "Alternatywy", "Tumult"). De 1988 a 1991 ele foi o secretário da redação, e nos anos 1991-1994 redator geral da revista bimestral „Arka”, uma publicação de origem “clandestina”. Desde 1994 o professor Nowak é o redator geral da revista bimestral sobre a cultura e política „ARCANA”.

  • Dr hab. Andrzej Waśko

    Professor Ignatianum Andrzej Waśko, Prof. Dr. (nascido em 1961) – historiador da literatura e especialista em cultura; pesquisador no Departamento de Filologia Polonesa na Universidade Jaguelloniana e Universidade de Filosofia e Pedagogia em Cracóvia; publicista. Pesquisador do romantismo polonês; autor de seguintes livros: “Romantyczny sarmatyzm” (1995) e “Zygmunt Krasiński  – oblicza poety” (2001). Publicou também, entre outros, a antologia intitulada “Romantyczna gawęda szlachecka” (1999) e “Wybór pism krytycznych” de Michał Grabowski (2005). Autor de mais de cem publicações científicas e de ciência popular que tratam de relações entre a literatura e a história das idéias, historiografia e outras áreas da cultura.

  • Dr Miroslaw Boruta

    (nascido em 21 de novembro de 1960 em Cracóvia) – sociólogo polonês e militante social, Professor Adjunto na Universidade de Pedagogia em Cracóvia. Especializa-se em história do pensamento social, sociologia política e sociologia da família. Em 2011, no ranking anual da revista “Dlaczego” e do site na internet ocen.pl, ele foi considerado o quinto melhor professor na Polônia e o primeiro em Cracóvia.

     

  • Dr Elżbieta Morawiec

    (nasceu em 5 de outubro de 1940 em Będzin) – crítica literária e de teatro, polonesa, publicista e tradutora. Formada pela Universidade Jaguelloniana (1965). Em 1982 fez doutorado na Universidade Católica de Lublin. Nos anos 1959-1964 ela foi membro da Associação de Estudantes Poloneses e entre 1975 e 1980 membro da Associação de Jornalistas Poloneses. Atualmente, ela encontra-se entre os membros da Associação de Escritores Poloneses e é membro da comissão do Prêmio Literário Józef Mackiewicz. No momento atual ela faz parte do grupo de redação da revista ‘Arcana’, como também tem publicações em “Didaskalia”,  “Teatr”, “Dialog”, “Kultura”,”Odra”, “Théâtre en Pologne”, “Życie Literackie”, “Gazeta Polska” e “Nasz Dziennik”.

  • mgr Michał Soska

    (nasceu em 7 de outubro de 1982 em Katowice), cientista político, professor e tradutor de alemão, M.e, preparando doutorado no Departamento de Ciências Sociais da Universidade de Gdańsk. Autor de artigos publicados em “Słowo Młodych. Biuletyn Stowarzyszenia Arcana Historii”, comentarista em revistas “Myśl Polska” e “Nasza Polska”. Sua tese de mestrado sobre a cidade de Gdańsk ganhou o terceiro lugar no Prêmio do Presidente da Cidade de Gdańsk.